quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Jogo "Operação" | Um teste aos nervos

Quando era pequena havia um jogo "Operação" lá em casa.
Lembro-me vagamente dele mas lembro-me bem do que sentia em relação a este jogo... Detestava. 
Ao longo dos anos, nunca voltei a procurá-lo pois a sensação por ele não era boa. Mas nunca pensei sobre o porquê...

No verão de 2018, estava num impasse com uma paciente. Não sabia bem o que fazer mais para dar estratégias e consciencializa-la sobre o impacto da ansiedade no seu corpo. Foi então que me lembrei do jogo "Operação".


Comprei e testei... foi então que percebi o motivo pelo qual me incomodava tanto: era preciso ter calma, atenção e ser minucioso... Tudo o que eu não era em pequena. Quando comecei a jogar, toda a irritação subiu-me ao nariz e a tendência foi de, imediatamente, querer arrumar o jogo. Mas lá continuei e percebi que seria uma óptima ferramenta de trabalho. 

Em consulta, tem sido utilizado várias vezes, e um dos meus meninos mostrou bem o impacto do jogo. A ansiedade e raiva atingiram um nível elevado mas o seu lado persistente foi mais alto do que o desistente e, perante a sua extrema dificuldade em gerir as emoções, começou a chorar. Pediu-me desculpa e disse-me que se sentia muito agitado e, por isso, chorar aliviava-o. Com o tempo, foi conseguindo identificar as emoções, gerir-las e continuar o jogo até à vitória. Foi apenas um dos exemplos que este jogo me trouxe.

Espero que tenham gostado da partilha!

Até à próxima!

Sem comentários:

Publicar um comentário